Sign in to follow this  
Lord Henry

Tudo sobre Banco de Dados do MTA (SQLite)

Recommended Posts

O que é? Pra que serve?
Um banco de dados é onde ficam salvos diversos tipos de dados que são usados entre as sessões dos jogadores e do servidor, isto significa que mesmo se o jogador relogar no servidor ou até mesmo o servidor reiniciar, os dados salvos no banco de dados não são perdidos. (se o script que salvou lá foi feito corretamente).

O que posso salvar neles?
O MTA já cria 2 bancos de dados padrão quando vc cria seu servidor, são eles:

  • internal.db - Onde são salvos todos os dados das contas dos jogadores, login, senha, grana do bolso, posição do jogador quando deslogou, vida, colete, skin, armas, munição, etc.
  • registry.db - Onde são salvos todos os dados que são utilizados pelos resources, como por exemplo melhores pontuações das corridas (race gamemode), proprietários das casas, dados bancários dos jogadores, saldo bancário dos jogadores, carros comprados pelos jogadores, roupas compradas pelos jogadores, empresas adquiridas pelos jogadores, etc.

Onde eles estão?
Estes dois bancos de dados estão na pasta deathmatch do seu servidor, estão na linguagem SQLite. Você ainda pode criar outros bancos de dados externos, para serem usados pelos resources, mas na minha opinião isso não é recomendável, uma vez que vc usaria MySQL, que é mais complexo e exige certos cuidados de acesso e domínio, mas alguns servidores profissionais precisam fazer assim pois fizeram os bancos de dados ficarem fora do servidor em outro IP por segurança, dai é necessário ter bancos de dados externos. Nesse tutorial vamos tratar somente dos bancos de dados nativos do MTA, por serem mais fáceis de entender.

Como mexo neles?
Para salvar alguma coisa na conta do jogador, isto é, no internal.db, você usa setAccountData, e para obter esses dados depois, use getAccountData. É extremamente simples, funciona da mesma forma que um setElementData, mas em vez de salvar uma data temporária em um elemento, salva uma data permanente numa conta.
Porém, para salvar alguma coisa no registry.db, é um pouco mais complicado, uma vez que vc vai precisar criar uma tabela nova para cada resource. Por exemplo, vc acabou de criar um resource de ranking por kills/deaths e você deseja salvar esse ranking no banco de dados para que ao reiniciar o resource ou o servidor, o ranking não seja perdido. Para isso vc vai precisar primeiramente criar uma tabela no banco de dados registry.db, essa tabela será acessada pelo resource, que irá salvar os dados dele lá. Para fazer qualquer coisa neste banco de dados (criar tabelas, inserir, alterar, remover, deletar, inserir colunas em determinada tabela, etc) vc vai precisar usar isso: executeSQLQuery.
Aqui, será necessário conhecimento em SQL para fazer isso, mas é mais fácil do que aprender uma linguagem de programação nova, pois suas opções e sintaxes são menores do que uma linguagem inteira de programação, você não vai inventar nenhum sistema novo aqui, apenas criar e gerenciar tabelas e dados.

  • Criar tabela nova no banco de dados: (o Caps Lock não é uma regra, mas é melhor para entender o que é código e o que é nome)
    [Os seguintes códigos só funcionam server-side]
    executeSQLQuery ("CREATE TABLE IF NOT EXISTS nomedatabela (nomecoluna1 TEXT, nomecoluna2 REAL, nomecoluna3 INTEGER)")
    TEXT = Valores desta coluna serão textos. Podem ter símbolos, números e espaços.
    REAL = Valores desta coluna serão numéricos reais. (números decimais, positivos, negativos e 0.0)
    INTEGER = Valores desta coluna serão numéricos inteiros. (positivos, negativos e 0)
    (não existe tipo BOOLEAN, use TEXT e insira valor "false" ou "true")
    (existe valor NULL, é diferente de vazio e diferente de 0. NULL significa ausência de dados. O NULL aparece quando você cria uma linha ou coluna nova sem atribuir valores a elas.)
     
  • Deletar tabela do banco de dados:
    executeSQLQuery ("DROP TABLE nomedatabela")
    Todas as linhas, colunas, células e valores desta tabela são deletados junto.
     
  • Deletar linhas da tabela: (as células não ficarão NULL)
    executeSQLQuery ("DELETE FROM nomedatabela WHERE colunaespecífica=?", valorDaCelulaEspecifica)
    O ? indica que o valor está após a declaração do SQL. Você poderia colocar o valor direto no lugar do ?. Mas por alguma razão, as vezes isso gera erro. Além disso, se o valor da célula estiver em uma variável no seu script, você não pode declarar a variável no lugar do ?. Ali só pode ser o valor direto, pois a declaração SQL inteira se trata de uma string. Por isso o uso do ?, que está recebendo o valor da variável que está depois da vírgula.
    Obs: Para verificar se uma célula tem valor nulo, não se usa os operadores lógicos de ==, <= >=. Para isso, usa-se IS NULL ou IS NOT NULL. Ex:
    executeSQLQuery ("DELETE nomecoluna1,nomecoluna2 FROM nomedatabela WHERE nomecoluna3 IS NULL")
    Isso vai deletar todas as células da coluna 1 e coluna 2 onde a coluna 3 tem uma célula de valor NULL. Se a coluna 3 não tiver nenhuma célula de valor NULL, nada acontece.
     
  • Inserir nova linha de valores: (ele vai criar automaticamente uma nova linha com novas células)
    executeSQLQuery ("INSERT INTO nomedatabela(nomecoluna1,nomecoluna2,nomecoluna3) VALUES(?,?,?)", valorCelulaColuna1, valorCelulaColuna2, valorCelulaColuna3)
    Neste caso, ele está inserindo 3 novos valores, cada valor em uma coluna. Se você não declarar os nomes das colunas, ele vai preencher na ordem das colunas automaticamente. Você pode deixar de declarar uma coluna se não quiser atribuir valor na célula daquela coluna. Se o tipo de valor da variável não for do tipo de dado daquela coluna, dará erro.
     
  • Atualizar valores de células que já existem em uma tabela: (não é possível alterar os tipos de valores, é necessário editar o tipo da coluna se quiser fazer isso)
    executeSQLQuery ("UPDATE nomedatabela SET nomecoluna2=?,nomecoluna3=? WHERE nomecoluna1=?", valorCelulaColuna2, valorCelulaColuna3, valorCelulaColuna1)
    No caso acima, ele vai atualizar as células das colunas 2 e 3 onde o valor da célula da coluna 1 for igual ao valor de valorColunaCelula1.
    OBS:
    Nada impede que você coloque as primeiras variáveis junto à declaração SQL, mas para fazer isso você deve "cortar" a string, inserir as variáveis e depois continuar a string, Ex:
    executeSQLQuery ("UPDATE nomedatabela SET nomecoluna2= '".. valorCelulaColuna2 .."',nomecoluna3='".. valorCelulaColuna2 .."' WHERE nomecoluna1=?", valorCelulaColuna1)
    Lembrando que o valor destas variáveis também são strings na declaração, portanto use aspas simples antes e depois de cada corte para transformar os valores em string. Os dois pontos (..) significam que estes valores fazem parte do argumento SQL. Da mesma forma, se vc usar "1" .. "1", será igual a "11". (Por isso acho muito mais fácil deixar tudo ? na declaração SQL e colocar as variáveis todas após a string.)
     
  • Selecionar determinadas células da tabela: (usado geralmente para obter os valores destas células para usar no script, você pode selecionar somente 1 célula ou várias)
    executeSQLQuery ("SELECT nomecoluna1,nomecoluna2 FROM nomedatabela WHERE nomecoluna3=?", valorCelulaColuna3)
    Neste exemplo, ele vai selecionar a célula da coluna 1 e a célula da coluna 2, na linha onde a célula da coluna 3 for igual a valorCelulaColuna3.
     
  • Alterar a tabela (adicionar coluna nova) [SQLite não suporta deletar coluna nem editar tipo de coluna]
    executeSQLQuery ("ALTER TABLE nomedatabela ADD nomecoluna4 REAL")
    Devido a limitações do SQLite, ALTER TABLE não pode ser usado para deletar uma coluna nem para editar seu tipo. Para fazer isso é necessário recriar a tabela inteira com as novas alterações.
    No exemplo acima, ele vai adicionar uma nova coluna chamada "nomecoluna4".

Tá, mas como ficaria tudo isso dentro de um script?
Fiz um código com vários testes de banco de dados. Cada comando faz alguma coisa.

Spoiler

addEventHandler("onResourceStart", getResourceRootElement(getThisResource()), function()
	executeSQLQuery ("CREATE TABLE IF NOT EXISTS tabelaLegal (ID INTEGER NOT NULL PRIMARY KEY, PosX REAL, PosY REAL, PosZ REAL, accountName TEXT)")
	print ("Table created.") -- Manda isso no /debugscript 3, só para testes.
end) -- Cria uma tabela chamada "tabelaLegal" no banco de dados registry.db, com as colunas "ID", "PosX", "PosY", "PosZ", "accountName". Onde a coluna ID irá se preencher automaticamente com o ID anterior +1.


addCommandHandler ("add", function(player, cmd, val1, val2) -- Use /add 2.2 teste123
	if not val2 then
		print ("Erro: Faltaram parâmetros.")
		return
	end
	executeSQLQuery ("INSERT INTO tabelaLegal(PosX,accountName) VALUES(?,?)", val1, val2)
	print ("Valores novos adicionados na tabela.") -- Adiciona uma linha de células com os valores informados nas colunas PosX e accountName. As demais células da linha serão NULL e a célula da coluna ID recebe o ID da linha anterior + 1.
end)


addCommandHandler ("addall", function(player, cmd, val1, val2, val3, val4)
	if not val4 then
		print ("Erro: Faltaram parâmetros.")
		return
	end
	executeSQLQuery ("INSERT INTO tabelaLegal VALUES(NULL,?,?,?,?)", val1, val2, val3, val4) -- No caso, as colunas não foram informadas, então ele vai preencher cada uma em ordem.
	print ("Linha inteira adicionada na tabela.") -- Adiciona uma linha de células com os valores informados na ordem das colunas.
end)


addCommandHandler ("addrestored", function()
	local registros = executeSQLQuery ("SELECT * FROM tabelaLegal") -- Seleciona a tabela inteira.
	for i=1, #registros do -- #registros é o número de linhas da tabela.
		local result = executeSQLQuery ("SELECT ID FROM tabelaLegal WHERE ID=?", i)
		if(#result == 0) then -- O #result é quantos IDs = i foram encontrados.
			executeSQLQuery ("INSERT INTO tabelaLegal VALUES(?,NULL,NULL,NULL,NULL)", i) -- Cria uma nova linha com o ID perdido, com valores nulos.
			print ("ID "..i.." restaurado com valores nulos.")
		end
	end -- Se não existe nenhum ID perdido, nada acontece. Os IDs não precisam estar necessariamente em ordem.
end) -- Para testar isso, crie 2 linhas. Depois delete a primeira linha.


addCommandHandler ("del", function(player, cmd, numero)
	if not numero then
		print ("Erro: Faltou parâmetro.")
		return
	end
	executeSQLQuery ("DELETE FROM tabelaLegal WHERE ID=?", numero)
	print ("A linha inteira do ID "..numero.." foi deletada da tabela.") -- Deleta a linha onde a coluna ID tem o valor informado. Se vc quer apenas apagar os dados da linha sem deletar as células, preencha-as com vazio em vez disso.
end)


addCommandHandler ("delnull", function()
	executeSQLQuery ("DELETE FROM tabelaLegal WHERE accountName IS NULL")
	print ("A linha nula foi deletada da tabela.") -- Deleta a linha onde a coluna accountName tem célula de valor NULL. Se mais de uma linha possuir accountName de valor NULL, ele vai deletar também.
end)


addCommandHandler ("delall", function()
	executeSQLQuery ("DELETE FROM tabelaLegal")
	print ("A tabela foi limpada.") -- Deleta tudo da tabela, mas mantém as colunas.
end)


addCommandHandler ("deltable", function()
	executeSQLQuery ("DROP TABLE tabelaLegal")
	print ("A tabela inteira foi deletada.") -- Deleta a tabela inteira, incluindo suas colunas, linhas, células e dados.
end)


addCommandHandler ("size", function()
	local registros = executeSQLQuery ("SELECT * FROM tabelaLegal")
	print ("Existem atualmente "..#registros.." registros na tabela.") -- Mostra quantas linhas existem na tabela.
end)


addCommandHandler ("edit", function(player, cmd, id, val1, val2, val3, val4) -- Tente /edit 1 11 22 33 44
	executeSQLQuery ("UPDATE tabelaLegal SET PosX=?,PosY=?,PosZ=?,accountName=? WHERE ID=?", val1, val2, val3, val4, id)
	print ("O registro "..id.." foi atualizado.") -- Atualiza os registros do ID específico com os valores específicos.
	print ("PosX: "..val1)
	print ("PosY: "..val2)
	print ("PosZ: "..val3)
	print ("accountName: "..val4)
end)


addCommandHandler ("editempty", function(player, cmd, id)
	executeSQLQuery ("UPDATE tabelaLegal SET PosX=?,PosY=?,PosZ=?,accountName=? WHERE ID=?", "", "", "", "", id)
	print ("O registro "..id.." foi limpado.") -- Deixa todos os registros do ID específico vazios.
end)


addCommandHandler ("coluna", function()
	executeSQLQuery ("ALTER TABLE tabelaLegal ADD colunaQualquer TEXT")
	print ("Coluna adicionada.") -- Adiciona uma coluna chamada "colunaQualquer" na tabela.
end)

 

É possível mexer em um banco de dados manualmente sem usar scripts?

Sim, é possível. Eu mesmo costumo fazer isso para corrigir algumas coisas rápidas sem precisar programar mais nada. Para poder abrir os bancos de dados (internal.db e registry.db) você deve usar um programa chamado DB Browser for SQLite. Um programa gratuito, leve e bem fácil de entender. Nele você consegue acessar todas as tabelas do banco de dados e editar os valores como se fosse em uma planilha do Excel. Basta ir na aba Navegar dados, selecionar a tabela que deseja modificar, clicar em cima da célula cujo valor deseja atualizar, digitar o novo valor, clicar em Aplicar e depois clicar em Escrever modificações (salvar banco de dados). Pronto!
E tem mais! Se você já tiver conhecimento avançado com a linguagem SQL, você também pode fazer alterações avançadas via código dentro do programa. Basta acessar a aba Executar SQL, escrever o comando SQL corretamente e depois clicar no botão de Play.

Espero ter ajudado.

Edited by Lord Henry
Adicionadas informações sobre o DB Browser
  • Like 3
  • Thanks 4

Share this post


Link to post

bela iniciativa... com um tempo extra irei ler isso com mais atenção

Share this post


Link to post

parabéns lord. Uma parada que eu não sabia era o IS NOT NULL. showw tirou onda  :D 🏂

 

Share this post


Link to post
On 16/10/2018 at 12:29, Lord Henry said:

 

Lord, estou editando um whitelist que peguei daqui mesmo para meu servidor, porém tem um tal "database.sql" e nas anotações da resorce pede pra eu colocar ele no Banco de dados, mas não sei onde é e como upo. Pode me ajudar??

Share this post


Link to post
Posted (edited)

Arquivo.sql não é um tipo de arquivo nativo do MTA.

O que tem dentro dele?

Edited by Lord Henry

Share this post


Link to post
7 hours ago, Lord Henry said:

Arquivo.sql não é um tipo de arquivo nativo do MTA.

O que tem dentro dele?

Durante a tarde vi um tutorial gringo e disseram que era só eu criar um banco de dados no MySQL, baixar 2 dll (libmysql e outra q ainda nn baixei) e importar pro banco de dados a file database.sql do script, beleza, mas agora ele faz a ligação com o MySQL mas não está impedindo eu de me conectar mesmo não estando na whitelist ;-; creio que seja o lua, veja ai pra mim pfvr se tem algo errado (traduzi boa parte do script que estava em alemão)

 

dbhandler = dbConnect( "mysql", "dbname=whitelist;host=127.0.0.1", "whitelist", "senha", "autoreconnect=1" )

if not (dbHandler) then
outputDebugString("Não é possível conectar-se ao banco de dados MySQL!",3)
outputServerLog("Não é possível conectar-se ao banco de dados MySQL!")
dbhandler = dbConnect( "mysql", "dbname=whitelist;host=local", "whitelist", "senha", "autoreconnect=1" )
    if not (dbhandler) then
        outputDebugString("Não foi possível se conectar!",3)
        outputServerLog("Não foi possível se conectar!")
        stopResource(getThisResource())
else
outputDebugString("Conexão MySQL feita!",3)
end
else
outputDebugString("Conexão MySQL feita!",3)
end


addEventHandler("onPlayerConnect",getRootElement(),
function(playerNick,playerIP,playerUsername,playerSerial)
local qh = dbQuery(dbhandler,"SELECT * FROM whitelist WHERE Serial=?", playerSerial)
local result,irow = dbPoll(qh,-1) 
if irow > 0 then
outputDebugString(playerNick.." sucess!",3)
outputServerLog(playerNick.." sucess!")
else
cancelEvent(true,"Registre-se na whitelist: discord.me/vmrbeta")
end
end)

addCommandHandler("addwhitelist",
function(player,cmd,name,serial)
    local accname = getAccountName(getPlayerAccount(player))
    if isObjectInACLGroup ( "user."..accname, aclGetGroup ( "Admin" ) ) then
        if (name) and (serial) then
        dbExec(dbhandler, "INSERT INTO whitelist (NAME, Serial) VALUES ('"..name.."', '"..serial.."');")
        outputChatBox("Added "..name.." "..serial.." to whitelist",player,0,255,0)
        else
        outputChatBox("The correct Syntax is /addwhitelist name serial",player,255,0,0)
        end
    else
        outputChatBox("You are not an admin!",player,255,0,0)
    end
end)

Share this post


Link to post
Posted (edited)

Se eu fosse você, adaptaria o script para ao invés de utilizar MySQL usar o SQLite do MTA

Troque sua primeira linha por isso:

dbhandler = dbConnect ("sqlite", "whitelist.db")

Em relação ao seu arquivo database.sql, provavelmente existe a criação da tabela do whitelist, copie o código dele e rode com dbExec

Exemplo:

dbExec (dbhandler, "CREATE TABLE IF NOT EXISTS WHITELIST …")

 

@LeeaF você deveria ter criado um tópico novo com sua dúvida, pois o assunto não se relaciona com o tutorial deste tópico.

Edited by MaligNos

Share this post


Link to post
Posted (edited)

Pois é. Vcs estão usando funções MySQL, este tutorial é só de SQLite, banco de dados nativo do MTA.

ExecuteSQLQuery

Edited by Lord Henry

Share this post


Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.