Search the Community

Showing results for tags 'banco de dados'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Multi Theft Auto: San Andreas 1.x
    • Support for MTA:SA 1.x
    • User Guides
    • Open Source Contributors
    • Suggestions
    • Ban appeals
  • General MTA
    • News
    • Media
    • Site/Forum/Discord/Mantis/Wiki related
    • MTA Chat
    • Other languages
  • MTA Community
    • Scripting
    • Maps
    • Resources
    • Other Creations & GTA modding
    • Competitive gameplay
    • Servers
  • Other
  • Archive
  • Private Bugtracker

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


About Me


Gang


Location


Occupation


Interests

Found 1 result

  1. O que é? Pra que serve? Um banco de dados é onde ficam salvos diversos tipos de dados que são usados entre as sessões dos jogadores e do servidor, isto significa que mesmo se o jogador relogar no servidor ou até mesmo o servidor reiniciar, os dados salvos no banco de dados não são perdidos. (se o script que salvou lá foi feito corretamente). O que posso salvar neles? O MTA já cria 2 bancos de dados padrão quando vc cria seu servidor, são eles: internal.db - Onde são salvos todos os dados das contas dos jogadores, login, senha, grana do bolso, posição do jogador quando deslogou, vida, colete, skin, armas, munição, etc. registry.db - Onde são salvos todos os dados que são utilizados pelos resources, como por exemplo melhores pontuações das corridas (race gamemode), proprietários das casas, dados bancários dos jogadores, saldo bancário dos jogadores, carros comprados pelos jogadores, roupas compradas pelos jogadores, empresas adquiridas pelos jogadores, etc. Onde eles estão? Estes dois bancos de dados estão na pasta deathmatch do seu servidor, estão na linguagem SQLite. Você ainda pode criar outros bancos de dados externos, para serem usados pelos resources, mas na minha opinião isso não é recomendável, uma vez que vc usaria MySQL, que é mais complexo e exige certos cuidados de acesso e domínio, mas alguns servidores profissionais precisam fazer assim pois fizeram os bancos de dados ficarem fora do servidor em outro IP por segurança, dai é necessário ter bancos de dados externos. Nesse tutorial vamos tratar somente dos bancos de dados nativos do MTA, por serem mais fáceis de entender. Como mexo neles? Para salvar alguma coisa na conta do jogador, isto é, no internal.db, você usa setAccountData, e para obter esses dados depois, use getAccountData. É extremamente simples, funciona da mesma forma que um setElementData, mas em vez de salvar uma data temporária em um elemento, salva uma data permanente numa conta. Porém, para salvar alguma coisa no registry.db, é um pouco mais complicado, uma vez que vc vai precisar criar uma tabela nova para cada resource. Por exemplo, vc acabou de criar um resource de ranking por kills/deaths e você deseja salvar esse ranking no banco de dados para que ao reiniciar o resource ou o servidor, o ranking não seja perdido. Para isso vc vai precisar primeiramente criar uma tabela no banco de dados registry.db, essa tabela será acessada pelo resource, que irá salvar os dados dele lá. Para fazer qualquer coisa neste banco de dados (criar tabelas, inserir, alterar, remover, deletar, inserir colunas em determinada tabela, etc) vc vai precisar usar isso: executeSQLQuery. Aqui, será necessário conhecimento em SQL para fazer isso, mas é mais fácil do que aprender uma linguagem de programação nova, pois suas opções e sintaxes são menores do que uma linguagem inteira de programação, você não vai inventar nenhum sistema novo aqui, apenas criar e gerenciar tabelas e dados. Criar tabela nova no banco de dados: (o Caps Lock não é uma regra, mas é melhor para entender o que é código e o que é nome) [Os seguintes códigos só funcionam server-side] executeSQLQuery ("CREATE TABLE IF NOT EXISTS nomedatabela (nomecoluna1 TEXT, nomecoluna2 REAL, nomecoluna3 INTEGER)") TEXT = Valores desta coluna serão textos. Podem ter símbolos, números e espaços. REAL = Valores desta coluna serão numéricos reais. (números decimais, positivos, negativos e 0.0) INTEGER = Valores desta coluna serão numéricos inteiros. (positivos, negativos e 0) (não existe tipo BOOLEAN, use TEXT e insira valor "false" ou "true") (existe valor NULL, é diferente de vazio e diferente de 0. NULL significa ausência de dados. O NULL aparece quando você cria uma linha ou coluna nova sem atribuir valores a elas.) Deletar tabela do banco de dados: executeSQLQuery ("DROP TABLE nomedatabela") Todas as linhas, colunas, células e valores desta tabela são deletados junto. Deletar linhas da tabela: (as células não ficarão NULL) executeSQLQuery ("DELETE FROM nomedatabela WHERE colunaespecífica=?", valorDaCelulaEspecifica) O ? indica que o valor está após a declaração do SQL. Você poderia colocar o valor direto no lugar do ?. Mas por alguma razão, as vezes isso gera erro. Além disso, se o valor da célula estiver em uma variável no seu script, você não pode declarar a variável no lugar do ?. Ali só pode ser o valor direto, pois a declaração SQL inteira se trata de uma string. Por isso o uso do ?, que está recebendo o valor da variável que está depois da vírgula. Obs: Para verificar se uma célula tem valor nulo, não se usa os operadores lógicos de ==, <= >=. Para isso, usa-se IS NULL ou IS NOT NULL. Ex: executeSQLQuery ("DELETE nomecoluna1,nomecoluna2 FROM nomedatabela WHERE nomecoluna3 IS NULL") Isso vai deletar todas as células da coluna 1 e coluna 2 onde a coluna 3 tem uma célula de valor NULL. Se a coluna 3 não tiver nenhuma célula de valor NULL, nada acontece. Inserir nova linha de valores: (ele vai criar automaticamente uma nova linha com novas células) executeSQLQuery ("INSERT INTO nomedatabela(nomecoluna1,nomecoluna2,nomecoluna3) VALUES(?,?,?)", valorCelulaColuna1, valorCelulaColuna2, valorCelulaColuna3) Neste caso, ele está inserindo 3 novos valores, cada valor em uma coluna. Se você não declarar os nomes das colunas, ele vai preencher na ordem das colunas automaticamente. Você pode deixar de declarar uma coluna se não quiser atribuir valor na célula daquela coluna. Se o tipo de valor da variável não for do tipo de dado daquela coluna, dará erro. Atualizar valores de células que já existem em uma tabela: (não é possível alterar os tipos de valores, é necessário editar o tipo da coluna se quiser fazer isso) executeSQLQuery ("UPDATE nomedatabela SET nomecoluna2=?,nomecoluna3=? WHERE nomecoluna1=?", valorCelulaColuna2, valorCelulaColuna3, valorCelulaColuna1) No caso acima, ele vai atualizar as células das colunas 2 e 3 onde o valor da célula da coluna 1 for igual ao valor de valorColunaCelula1. OBS: Nada impede que você coloque as primeiras variáveis junto à declaração SQL, mas para fazer isso você deve "cortar" a string, inserir as variáveis e depois continuar a string, Ex: executeSQLQuery ("UPDATE nomedatabela SET nomecoluna2= '".. valorCelulaColuna2 .."',nomecoluna3='".. valorCelulaColuna2 .."' WHERE nomecoluna1=?", valorCelulaColuna1) Lembrando que o valor destas variáveis também são strings na declaração, portanto use aspas simples antes e depois de cada corte para transformar os valores em string. Os dois pontos (..) significam que estes valores fazem parte do argumento SQL. Da mesma forma, se vc usar "1" .. "1", será igual a "11". (Por isso acho muito mais fácil deixar tudo ? na declaração SQL e colocar as variáveis todas após a string.) Selecionar determinadas células da tabela: (usado geralmente para obter os valores destas células para usar no script, você pode selecionar somente 1 célula ou várias) executeSQLQuery ("SELECT nomecoluna1,nomecoluna2 FROM nomedatabela WHERE nomecoluna3=?", valorCelulaColuna3) Neste exemplo, ele vai selecionar a célula da coluna 1 e a célula da coluna 2, na linha onde a célula da coluna 3 for igual a valorCelulaColuna3. Alterar a tabela (adicionar coluna nova) [SQLite não suporta deletar coluna nem editar tipo de coluna] executeSQLQuery ("ALTER TABLE nomedatabela ADD nomecoluna4 REAL") Devido a limitações do SQLite, ALTER TABLE não pode ser usado para deletar uma coluna nem para editar seu tipo. Para fazer isso é necessário recriar a tabela inteira com as novas alterações. No exemplo acima, ele vai adicionar uma nova coluna chamada "nomecoluna4". Tá, mas como ficaria tudo isso dentro de um script? Fiz um código com vários testes de banco de dados. Cada comando faz alguma coisa. É possível mexer em um banco de dados manualmente sem usar scripts? Sim, é possível. Eu mesmo costumo fazer isso para corrigir algumas coisas rápidas sem precisar programar mais nada. Para poder abrir os bancos de dados (internal.db e registry.db) você deve usar um programa chamado DB Browser for SQLite. Um programa gratuito, leve e bem fácil de entender. Nele você consegue acessar todas as tabelas do banco de dados e editar os valores como se fosse em uma planilha do Excel. Basta ir na aba Navegar dados, selecionar a tabela que deseja modificar, clicar em cima da célula cujo valor deseja atualizar, digitar o novo valor, clicar em Aplicar e depois clicar em Escrever modificações (salvar banco de dados). Pronto! E tem mais! Se você já tiver conhecimento avançado com a linguagem SQL, você também pode fazer alterações avançadas via código dentro do programa. Basta acessar a aba Executar SQL, escrever o comando SQL corretamente e depois clicar no botão de Play. Espero ter ajudado.